Tradição – lat. tradere.

Transmissão oral dos costumes das gerações passadas, transmitidas até o presente.

Paradosis, do grego, no sentido eclesial quando se refere à doutrina, ritos e costumes.

O corpo de doutrina revelado por Cristo e seus apóstolos e não escrito.

A Tradição escrita está contida em livros de caráter humano, fora a Sagrada Escritura:

Tradição Apostólica - a transmissão viva sucessiva da mensagem evangélica e seus conteúdos feita oralmente, pela pregação, exemplos e instituições e por escrito pelos apóstolos e outros autores inspirados pelo Espírito Santo.

Tradição Eclesial - as tradições teológicas, disciplinares, litúrgicas ou devocionais que surgiram ao longo do tempo nas Igrejas locais.

Sagrada Tradição - a transmissão integral aos sucessores dos apóstolos da Palavra de Deus, confiada por Jesus e o Espírito Santo aos apóstolos e seus sucessores (CIC 81-82).

A Igreja reconhece três modos de transmissão: kerigma, ekklesiastiko e, predicatio.

As Quatro Tradições: Javista, Eloísta, Deuteronomista e Sacerdotal; no estudo da Torá são as quatro fontes que , como fios de cores diferentes, formam o tecido da Lei judaica.