Reino de Deus – O lugar reservado para os bem-aventurados, pobres em espírito e que se deve buscar em primeiro lugar (Mt 5,3; 6,33).

O evangelho não apresenta o Reino de Deus como exercício de poder real, território e posse, mas transcendente e presente, futuro e atual ao mesmo tempo (Lc 17,20-21); toda a Escritura menciona o Reino mas o evangelho de Mateus pode ser chamado “evangelho do Reino”, por mencioná-lo 35 vezes A teologia ortodoxa identifica o Espírito Santo com o reino de Deus.