Liturgia – a oração pública da Igreja; o rito, o conjunto de cânticos, gestos e orações da assembléia na celebração da Santa Missa. Santo Irineu define a liturgia como “o cálice da síntese” (Ad. Heres, III,16,7); o Concílio Vaticano II promoveu uma renovação litúrgica e o seu primeiro documento aprovado e publicado em 1963, foi o Sacrosanctum Concilium (Sacrosanto Concílio), sobre a Sagrada Liturgia. A Igreja Luterana utiliza esta palavra para designar o “ordo”, ordem do serviço [litúrgico].

  • Liturgia da Palavra – momento da celebração Eucarística em que as Escrituras são proclamadas e nelas se reflete; aos domingos e solenidades ocorrem três leituras: Antigo Testamento, seleção do Novo Testamento (Epístolas) e a leitura do Evangelho.
  • Liturgia Eucarística – Na Missa, as três partes, ou momentos, principais (mas não separados), a apresentação das Oferendas, a Oração solene Sacrifical e a Comunhão.

v. Leituras, Ofício Divino.