Laicato, Laico – Gr. laos, o povo; laikos, um do povo. O conjunto dos leigos e leigas, distinto do clero, membros da mesma sociedade, instituição, mas que não ocupam os mesmos postos.

  • Na hierarquia da Igreja os homens, solteiros, viúvos ou casados podem exercitar o poder de governo, nos conselhos diocesanos, particulares, de assuntos econômicos, nos tribunais eclesiásticos, na formação catequética e no ensino das ciências sagradas e nos meios de comunicação social (Cód. Can.192§2; 443,§4; 463§1,2;511;536; 517,§2; 492§1;1421§2; 774;776; 780; 229, 823 §1, respectivamente) e, os viúvos, podem chegar ao diaconato.
  • Ao laicato compete a participação na vida pública, no campo da política e as associações diéis leigos são regidas pelo Cód. Can., art. 298-329. No Brasil o organismo eclesial que reúne o laicato, é a Conferência Nacional do Laicato do Brasil (CNLB).