Coro Celeste – A hierarquia Celeste compõe-se de nove coros, os Querubins, Serafins, Tronos, Virtudes, Principados, Potestades, Dominações, Arcanjos e Anjos. 1. S. Tomás de Aquino diz que estes seis últimos “são ordens angelicais que mais diretamente tem a ver com o mundo”. 2. S. João da Cruz justifica esta hierarquia ao afirmar que os anjos quanto mais próximos de Deus mais purificados e esclarecidos estão e os que estão em menor nível recebem a iluminação mais remota (Noite Escura, livro II, 12,4).

  • O Missal Romano, em latim, das Missas pré-Conc. Vaticano II, o prefácio do Sanctus apresentava com ênfase: “Per quem majestatem tuam laudant Angeli, adorant Dominatónes, tremunt Potestátes, Caeli caelorúmque Virtutes ac beata Séraphim sócia exsultatione concelebrant”, “É por Ele [Jesus] que os Anjos louvam vossa majestade, que as Dominações vos adoram e as Virtudes celestes vos celebram em louvor comum com os bem-aventurados Serafins”. v. Angelologia