Campanário – Alta torre, originalmente construída anexa às igrejas, onde se colocam os sinos. O nome da província italiana de Campânia se incorporou à linguagem religiosa como sinônimo de “sinos”. Atribui-se a S. Paulo de Nola, no ano 400, e ao Papa Sabino (604-606) serem os primeiros a utilizarem os sinos para chamar os fiéis para as celebrações. No séc. VI os monges do Monte Cassino (fundado por S. Bento) passaram a produzir as “campanas”, nome para qualquer sino de bronze fundido com propósitos religiosos; os sinos eram abençoados e ungidos, ou “batizados” com nomes de santos e seus doadores eram considerados padrinhos e madrinhas. A célebre Torre inclinada de Piza, Itália, foi construída originalmente para ser o campanário da catedral dessa cidade.

V. Batistério.