Sistina - A famosa Capela no Vaticano nome dado em homenagem ao Papa S. Sisto IV (1471-1484), seu idealizador.

Decorada de forma grandiosa e sublime pelo genial pintor, escultor, arquiteto e poeta italiano, Michelangelo Buonarroti (1475-1564) com incomparáveis afrescos (pintura sobre argamassa de gesso ainda fresca), como a Criação do Mundo (uma das nove cenas da Gênese pintadas no teto entre 1508-1512) e o Juízo Final com suas figuras impressionantes, na parede do altar da Capela (1536-1541).

Por sua grandiosidade e beleza inigualável, a Capela Sistina tornou-se um patrimônio da humanidade. O genial Michelangelo Buonarotti, arquiteto, pintor e escultor, mudou-se para Roma em 1496, onde produziu sua primeira obra-prima, a célebre escultura Pietá (Nossa Senhora com Jesus, morto, em seus braços), concluída em 1499.

Michelangelo voltou a Roma em 1505 a convite do Papa Júlio II (1503-1513), quando pintou Moisés durante três anos; entre 1501-1504 esculpiu a grande estátua de Davi em Florença e como arquiteto destacou-se na construção da Catedral de São Pedro em Roma, iniciada em 1546, e o projeto da sua grande cúpula.