Sinóticos - gr. resumido, que se lê num relance.

Expressão pertinente à apresentação e a visão comum (temas, ordem e linguagem) dos três primeiros evangelhos, Mateus, Marcos e Lucas, suas coincidências, seqüências e tendências e por isso podem ser lidos “num relance” e que lembram, cada um, os outros dois

A questão sinótica, como se relacionam os evangelhos e a teoria das “duas fontes”:

  1. uma sugere que Mateus e Lucas utilizaram Marcos como fonte e possivelmente uma segunda fonte (conhecida como “Q”, de quelle em alemão);
  2. a segunda fonte apresenta Mateus como primordial, seguido por Lucas e depois Marcos. A forma final destes evangelhos ocorreu nos anos 75-80.

v. Novo Testamento, Cânon.