Sinagoga – gr. synagoge, colocar juntos, assembleia.

  • O edifício, lugar de culto, oração, que reunia primeiramente a comunidade judaica de uma cidade ou de um bairro (Jo 9,22; At 9,2). Para os judeus o lugar da prece e da leitura do texto sagrado, lugar do Livro não do sacrifício
  • As primeiras sinagogas surgiram durante o exílio do povo judeu na Babilônia e o sábado era, por excelência, o dia da reunião na sinagoga e nela os escribas ocupavam o lugar mais importante - de frente para o povo e de costas para o armário colocado no centro da grande sala e continha os rolos da Lei e lugar onde se faziam as leituras.
  • Em algumas sinagogas havia uma sala à parte para o ensino da Lei às crianças e cômodos reservados à hospedagem e refeições antes do sábado. O seu chefe, ou presidente (Mc 5,35-36; At 13,15;18,8), era esco
  • Após a destruição do Templo em Jerusalém, as sinagogas tornaram-se o centro da vida religiosa do povo judeu.
  • Jesus ensinava na sinagoga (Jo 6,59), curou a filha de um chefe da sinagoga em Cafarnaum (Lc 8,40 ss) ; curou um cego e foi expulso da Sinagoga (Jo 9, 22-35) - ser expulso da sinagoga significava ser privado da comunhão.
  • A mais antiga, e primeira, sinagoga das Américas foi construída em Recife, PE, na época da Invasão holandesa, no séc. XVII; restaurada, serviu como modelo arquitetônico para a sinagoga da cidade de Nova York, a primeira da América do Norte.

v. Shemá.