Santuário – No AT o santuário designava o templo de Deus em Jerusalém, e no sentido mais estrito, a sala da Tenda do Encontro, o Tabernáculo, chamada Santo dos Santos (Ex 16,33-34), lugar sagrado onde somente o sumo sacerdote podia entrar.

O Santuário, no tempo de Jesus, situava-se a oeste da imensa e imponente construção do Templo em Jerusalém; deslumbrante, todo revestido em mármore branco, seu teto era de folhas de ouro.

  • Na época de Herodes, o Santo dos Santos estava vazio, tendo uma pedra no lugar da Arca da Aliança.

Na atualidade o Santuário designa um templo dedicado a um determinado santo ou santo, na maioria das vezes à Nossa Senhora, e se tornam conhecidos pelas graças obtidas por sua intercessão e podem ter caráter mundial, regional ou nacional, como, p.ex., o de Fátima, em Portugal; Lourdes, na França; Nossa Senhora da Conceição Aparecida no Estado de São Paulo e outros.

  • Santa Maria Maior é o mais antigo Santuário Mariano do ocidente e a maior de todas as Basílicas marianas de Roma.

v. Basílica Liberiana, Santo dos Santos, Tabernáculo.