Qumram – A colina Khirbet Qumram ao sul de Jericó, região rochosa na costa norte do Mar Morto.

  • Nesse remoto lugar, em 1947, em uma gruta, foi encontrado um rolo de pergaminho com sete metros, original e muito conservado, contendo a íntegra do texto hebraico do Livro de Isaías, do ano 100 a.C.
  • Arqueólogos conseguiram descobrir em outras grutas da região, entre 1949 a 1951, outros manuscritos mais antigos de origem helenístico-romana do período 30 a.C. a 70 d.C., entre eles 19 livros do AT em pergaminho e papiro, em hebraico, aramaico e grego, bem como fragmentos de pergaminho dos Livros de Moisés e de Juízes, em hebraico
  • Na antiguidade, nesse local se instalou a seita dos qumranitas, um grupo de elitismo religioso-moral extremo, mas pacífico, que se retirou para o deserto da Judéia, contrariados com a corrupção da classe sacerdotal em Israel e com os grupos judaicos mais rigorosos como os fariseus; na solidão poderiam viver a máxima pureza e observar integralmente a lei mosaica e entre eles havia um Manual de Disciplina, suas próprias regras comunitárias radicais.
  • O escrito mais antigo da Bíblia hebraica é o texto massotérico (massora, tradição) datado do 9º ao 10º século de nossa era.

v. Codex