Purgatório – O estado, condição temporária, de purificação final da alma dos fiéis que morreram em estado de graça, mas ligados a algum pecado.

No 1º séc. a Didaqué (nº 17) já falava “rogamos por todos os dormentes dos quais fazemos memória” e a Igreja formulou a doutrina de fé relativa ao Purgatório com o Papa Gregório X no Conc. de Lião em 1274. A seguir, sobretudo, no Concílio de Florença nos anos de 1438-1445 (DS 1304, Enchiridium Symbolorum, definitionum et declarationum de rebus fidei et morum, no Concílio de Trento (DS 1820,1580) ; o Conc. Vaticano II afirma “Até que o Senhor venha em sua majestade (…) alguns dentre os seus discípulos peregrinam na terra, outros, terminada esta vida, são purificados …” (Lumen Gentium, 49).

v. Didaqué.