Prelazia, Prelado – lat. prelatus, preferir.

  • Secretaria ou foro eclesiástico com jurisdição especial e estável e precedência especial sobre as demais secretarias eclesiáticas ou, ainda, uma função honorária com diginidade eclesiástica sem uma secretaria específica.
  • Os prelados originais são os bispos responsáveis pela jurisdição sobre os membros de uma congregação ou Ordem;
  • Inclui, além dos bispos, a jurisdição independente, sobre uma área territorial separado da área de uma Diocese, como no caso do abade superior de um mosteiro com poderes episcopais, mesmo sem área territorial externa e os responsáveis pelas secretarias da Santa Sé os quais, com os Cardeais, têm proeminentes atribuições na direção da Igreja e, portanto, uma relação especial com a pessoa do Papa.
  • Os proelatus urbanus e proelatus domesticus, são indicados a essa dignidade por um Breve do Papa.
  • O Cód. Cân., arts. 294-297, prevê e normatiza a prelazia pessoal, como a Opus Dei p. ex., em que haja presbíteros e diáconos do clero secular, como forma de realização de obras particulares, pastorais ou missionárias, em favor de regiões ou diferentes grupos sociais.

v. Monsenhor, Palmatória.