Poder Temporal e Poder Espiritual

  • O Papa Gelásio I (492.-496) definiu a teoria destes dois poderes, segundo a qual os bispos estão acima do poder temporal, deixando claro que são poderes distintos e não podem ser confundidos, o que acrescentou mais um elemento à Primazia da autoridade do Papa, além do outro passo importante estabelecendo que o Papa não poderia ser julgado por ninguém.
  • Com a formação do Sacro Império Romano-Germânico, o rei Oton I, passou a intervir na Igreja fundando bispados e abadias e concedendo aos seus titulares o poder religioso (anel e cruz) e o poder temporal (o báculo).
  • Em 1122 a Concordata de Worms estabeleceu que o Papa faria a investidura espiritual dos Bispos (anel e cruz) e o Imperador faria a investidura temporal (báculo).
  • A jurisdição universal do Papa e a supremacia do seu poder espiritual sobre o poder secular foi estabelecida em 1302.

v. Báculo, Concordata, Colégio dos Apóstolos, Primado de Pedro, Papa, Sacro Império.