Origenistas – No séc. V, grupos de monges pouco letrados da Síria, Egito e Palestina, seguindo as idéias de Orígenes (185-254), exegeta e teólogo da igreja grega, que abusou da interpretação da Bíblia com o método alegórico; sua doutrina foi condenada pela Igreja, passaram a acreditar na reencarnação e foram condenados pelo Sínodo Permanente de Constantinopla em 534.

v. Reencarnação.