Incenso – lat. incensus, colocar fogo, incendiar.

  • Resina preciosa que os antigos israelitas importavam da região de Sabá, na Arábia meridional, e entrava na composição do perfume sagrado que era queimado a cada dia pela manhã e à tarde, no altar dos perfumes, em honra a Javé (Ex 30,7-8);
  • O incenso produz odor agradável ao ser queimado, toca os sentidos e está prescrito no AT como arte perfumista exclusiva (Ex 30,34-38) e no culto no templo simbolizava elevar as preces até Deus (Sl 140/141,2);
  • O incenso é utilizado em celebrações da Igreja Católica há mais de 1.500 anos e simboliza a oferta da Igreja e das orações que sobem até Deus. (Ap 8.3-5).

V. Turíbulo