Hermas - Autor do livro “O Pastor”, gr. Poimen - Obra clássica, do 1º ou 2º séc., de grande autoridade no seu tempo e classificado ao lado da Sagrada Escritura.

  • O historiador Eusébio conta que era uma obra lida publicamente nas igrejas e enquanto alguns negavam sua canonicidade outros afirmavam “ser muito necessário”. Santo Atanásio dele fala, junto com a Didaqué, e embora não-canônico, era recomendado pelos anciãos para a leitura dos catecúmenos; S. Clemente de Alexandria citava-o com reverência.
  • Orígenes sustentava ser Hermas, seu autor, o personagem citado na Carta aos Romanos 16,14. O livro contém cinco visões, doze preceitos (mandata, entolai) e dez similitudes (parábolas, alegorias) que se referem às virtudes cristãs e o seu exercício e, portanto, se tratava não de uma obra teológica, mas de Ética cristã.
  • • O Pastor foi traduzido e impresso em latim, pela primeira vez, em Paris, 1513, e embora existam controvérsias na extensa literatura a seu respeito, documentos antigos testemunham que Hermas seria irmão do Papa S. Pio I (140-155) e, portanto, um autor do séc. II.
  • O Aleph (o Codex Sinaiticuscodex) descoberto por Tischendorf em meados de 1800, também encontrou os originais da obra “O Pastor”, porém sem a sua última parte

v. Anciãos, Aleph, Catecumenato.