Evangelho dos Hebreus

  • Textos relacionados à Logia e a chamada “Questão Sinótica”, sendo considerado por alguns especialistas e críticos como a fonte dos três Evangelhos sinóticos, admitidos canonicamente.
  • Eichhorn (1804) admitia um evangelho primitivo contendo 42 seções, como sua fonte e que teria sido composto em aramaico, pelos Apóstolos, logo após o Pentecostes e mais tarde traduzido para o grego, e que serviu para a pregação da primeira geração de evangelistas.
  • Para Bleek e de Welte, contudo, um evangelho dos Hebreus, escrito em galileu, foi a fonte para Marcos e Lucas e assim teríamos no 2º Evangelho, um sumário do 1ª e do 3º evangelhos. S. Paulo, em Romanos 3,2, fala dos hebreus/judeus a quem “as Revelações, ou “oráculos”, de Deus foram confiadas”, aplicando a todo o AT e aos Hebreus, 5,12, se refere à toda doutrina cristã.
  • Inúmeras questões surgiram na investigação do assunto, mas nenhuma resposta satisfatória. .