Eleição

1. Escolha, os chamados à salvação, desde a fundação do mundo (cf. Ef 1,4) segundo a vontade de Deus não à dos homens (Rm 8,29).

2. Doutrina da predestinação segundo a qual o destino final do homem, seja a salvação ou a condenação, é determinado somente por Deus, independente de valor ou mérito por parte das pessoas.

  • Lutero pregava a Eleição Divina, aplicável àqueles que duvidam da sua salvação e reconheceu que a discussão a esse respeito levou à confusões e distorções como a do teólogo reformado holandês Armínio (1560-1609). que ensinava não existir conflito entre a soberania de Deus e o livre-arbítrio e rejeitava a doutrina do pecado original.

v. Arminianismo.