Édito de Milão

  • Documento publicado pelo Imperador Constantino I, em 313, que estabeleceu o Cristianismo como a religião oficial do Império Romano. Daí por diante, os cristãos puderam professar sua religião sem obstáculos.
  • Este Édito, no entanto, garantiu somente a liberdade de religião, sem torná-la uma denominação estatal.

Transcrição parcial do Édito: “Quando eu, Constantino Agostinho, assim como Eu Licinius Augustus felizmente me encontrei perto de Mediolanurn (Milão), e estávamos considerando tudo o que pertencia ao bem-estar público e segurança, pensamos - entre outras coisas que vimos - que seria para o bem de muitos, essas regulamentações relativas à reverência da Divindade [….] E, portanto, por este conselho saudável e a disposição mais vertical que pensamos para organizar que ninguém deve ser negado a oportunidade de dar seu coração à observância da religião cristã, dessa religião que ele deve pensar melhor para si mesmo , de modo que a Divindade Suprema, a cuja adoração cedemos livremente nossos corações) possa mostrar em todas as coisas Seu favor e benevolência habituais.”