Doutrina Social da Igreja – DSI. O ensinamento, corpo de doutrina, sobre a questão social, econômica e do trabalho, propondo princípios de reflexão, apresentando critérios de juízo e orientando para a ação (CIC 2421-2423). Sua finalidade é oferecer orientação à luz da fé sobre os valores positivos e limitações nas diversas realidades. Segundo afirma João Paulo II na sua Encíciclica Sollicituod Rei Socialis, a DSI não é uma “terceira via” entre o capitalismo liberal e o coletivismo marxista e tão pouco uma ideologia, mas sim uma teologia.

  • O corpo da Doutrina Social da Igreja encontrou eco no Magistério supremo da Igreja através da promulgação da Encíclica Rerum Novarum por Leão XIII, em 1891; desde esta data, diante das estruturas da revolução industrial em 1850 e a nova concepção de sociedade, capital e trabalho e a Igreja tem se manifestado em Encíclicas que projetaram a questão social do seu tempo e a sua universalidade à luz do Evangelho.

v. Bem Comum, Centesimus Annus,Rerum Novarum, Quadragesimo Annus, Mater et Magistra Pacem in Terris, Populorum Progressio, Laborem Exercens, Sollicitudo rei Socialis.