Doutor(a) da Igreja – Ao proclamar Doutor(a) um Santo ou Santa, a Igreja afirma que estes trouxeram uma nova contribuição em matéria de Doutrina e Espiritualidade, para a qual, ela, a Igreja, chama a atenção de seus fiéis.

  • Santa Tereza D´Ávila (1515-1582), Santa Catarina de Sena (1347-1380), e Santa Terezinha do Menino Jesus (1873-1897), são as três mulheres que a Igreja reconheceu como Doutoras da Igreja, as duas primeiras proclamadas Doutoras por Paulo VI em 1970 e a última, Santa Terezinha, por João Paulo II em 1997, com o título ´Doutora do Coração´.