Corporal – lit. Pano de tecido branco que na Celebração Eucaristica é colocado no altar e no Ofertório e deve ser desdobrado sobre o qual se se coloca o cálice e a patena com as espécies do pão e do vinho na Consagração .

  • Sua finalidade é preservar fragmentos da Hóstia consagrada que eventualmente caiam da patena ou das mãos do celebrante.
  • O corporal deve ser confeccionado somente em linho branco e não em algodão (Congr. Ritos Sagrados, 1819), no formato quadrado, sem bordados ou decoração (Congr. Ritos Sagrados, 1664), nele somente uma cruz pode ser bordada, fora do seu centro (para evitar dificuldades ao coletar os fragmentos da hóstia consagrada). Deve ser dobrado em três partes iguais, tanto no comprimento como na largura e abençoado pelo Bispo antes de ser usado a primeira vez (Congr. Ritos Sagrados, 1867).
  • A utilização do Corporal foi prescrita, provavelmente, no séc. IV e seu formato maior cobria todo o altar como se fosse uma toalha, como utilizam-no os Cartusianos. partir do séc. XI foi, gradativamente sendo reduzido até o presente formato.

v. Pala