Círculos Operários – forma de presença e ação pastoral da Igreja católica nos anos 40 no Brasil, com a finalidade defender a fé e os interesses dos trabalhadores segundo as Encíclicas sociais como a Quadragésimo Anno. Foram reconhecidos pelo Governo com um Decreto Lei em 1941 e assim se integraram nas estruturas sindicais da época.