Bens Temporais - Desde a época do imperador Constantino o direito da Igreja possuir bens temporais tem sido universalmente reconhecido e protegido pelos governos civis democráticos