Batismo – gr. baptizein, mergulhar, imergir. 1. o rito de iniciação nas igrejas, Sacramento da regeneração pela água na Palavra (Cód. Can. 204§1; 849), o banho também chamado “iluminação” (cf. Jo 1,9; Hb 10,32; 1 Ts 5,5; Ef 5,8); 2. o pórtico da vida no Espírito (lat. vitae spiritualis ianua) (CIC 1213); 2. Batismo, ou Efusão, no Espírito – termo utilizado pela Renovação Carismática Católica (RCC), para o derramamento extraordinário do Espírito Santo sobre fiéis, que não tem o caráter de Sacramento do Batismo, e produz um novo Pentecostes pessoal; a expressão tem seu fundamento bíblico em Mt 3,11; Lc 3,16; Jo 1,33 e At 1,5; 11,16 (Doc. 53 da CNBB, 2 e 54). 3. Batismo de Crianças – O costume, ou prática, de batizar as crianças é tradição imemorial da Igreja desde o séc. II e possivelmente desde a pregação apostólica como no caso de toda a família do carcereiro batizada por Paulo e Silas (At 16,33), a família do prosélito Tício Justo (At18,7-8) e de Estéfanas em Corinto (1 Cor 1,16). 5. A Const. Sacrosantum Concilium, em seu nº 68-69, comenta sobre o Batismo em perigo de morte por fiéis leigos, na ausência de um sacerdote ou diácono e introduziu o novo rito do Batismo. .