{{:nossa-senhora-auxiliadora.jpg?400 | Auxiliadora - Um dos títulos de Nossa Senhora. A devoção compreende dois importantes momentos históricos:

  • Procurando salvar os países católicos na Europa da invasão muçulmana no séc. XVI, o Papa Pio V (1565-1572), organizou uma esquadra comandada pelo príncipe João D'Áustria, implorando o auxílio da Virgem Maria; a armada cristã foi vitoriosa em 7 de outubro de 1751 e o Papa mandou, como forma de gratidão, incluir na Ladainha Lauretana a invocação Auxiliadora dos Cristãos;
  • O imperador Napoleão I no início do séc. XIX, ao tentar estender seu domínio sobre os Estados da Igreja, encontrou a resistência do Papa Pio VII (1800-1823), que o excomungou e foi encarcerado na cidade de Savona na França e o Papa fez o voto de coroar solenemente a imagem de Nossa Senhora de Savona, assim que obtivesse a liberdade.
  • O Pontífice foi levado a Paris e após a batalha de Leipzig, com seu prestígio abalado, Napoleão cedendo à pressão popular libertou o Sumo Pontífice que retornou à Savona para cumprir sua promessa e a seguir entrou solenemente à Roma no dia 24 de maio de 1814 e para testemunhar a sua gratidão pela eficaz intercessão da Virgem Mãe, instituiu a festa de Nossa Senhora Auxiliadora, nessa mesma data.

v. Rosário, Concordata.