Aparecida – Um dos títulos de Nossa Senhora (da Conceição). Cidade do interior de São Paulo, localizada no Vale do Paraíba, onde, em 1717, foi encontrada de forma extradordinária, nas redes dos pescadores Domingos M. Garcia, João Alves e Felipe Pedroso, em lugares diferentes do rio, o corpo e cabeça da pequena imagem de Nossa Senhora preservada no atual Santuário mariano nacional do Brasil. A primeira capela de Nossa Senhora Aparecida foi construída em 1745 no Morro dos Coqueiros, atualmente conhecida como “Basílica Antiga”, num “arraial a uma légua” de Guaratinguetá, na atual cidade de Aparecida (emancipada em dezembro de 1928) e próximo à antiga Estrada Real que logo se tornou caminho de romeiros e peregrinos e foi visitada em em 1868 e 1884 pela Princesa Isabel, devota da Santa, visita esta descrita em seu Diário. A fama da Capela logo chegou à Corte de Lisboa e o lugar foi declarado “Lugar Pio” por D. João, príncipe regente, em Portugal em 1803 e aplicado seis anos depois, com a vinda da família real ao Brasil e o príncipe com o título de Dom João VI. O título de “Santuário Nacional” surgiu em 1931, ocasião em que Nossa Senhora Aparecida foi proclamada Padroeira do Brasil e foi reconhecida oficialmente pela Assembléia Geral da CNBB em 1986. A nova Basílica, construída no alto do Morro das Pitas a partir de 1955, passou a uma área de 23.200 metros quadrados, área coberta de 18.000 m2, com área útil interna de 10.700 m2 (naves, altar e capelas secundárias); a altura de sua cúpula é de 60 metros, consumiu 35 mil metros cúbicos de concreto e 15 milhões de tijolos comuns. O templo abriga milhares de peregrinos e foi consagrada no dia 4 de julho de 1980 pelo Papa João Paulo II. Com uma grande área para estacionamento de veículos, a Basílica, além da estrutura interna de atendimento localizada no seu sub-solo, conta ainda, externamente, com um grande Centro de Apoio ao Romeiro e um ginásio coberto. A partir de 1894 os Missionários Redentoristas assumiram o serviço pastoral e a administração do Santuário de Aparecida, onde também mantém seu Seminário, editora, emissora de rádio e de TV, obras assistenciais, um hotel moderno e uma pousada onde era o antigo Seminário. A campanha nacional dos Devotos possibilitou o acabamento interno e externo dessa deslumbrante Basílica nacional. v. Redentoristas/CSSR,